skip to Main Content

Saiba como funciona um funil de vendas

Você conhece e está familiarizado com o termo funil de vendas? Esta é uma expressão do marketing usada para tratar da jornada de um cliente no ambiente virtual. Por isso, este é um modelo estratégico que deve contemplar todas as etapas de compra, desde o primeiro contato do consumidor, até a finalização do negócio.

Para ajudar a entender o funil de vendas, especialistas costumam dividi-lo em três partes: o topo, o meio e fundo do funil. Cada etapa representa um estágio do consumidor em sua jornada de compras e demanda estratégias e ferramentas diferentes para atraí-lo e fazer com que ele siga com a compra até o final.

Veja a seguir, um resumo das etapas de funil de venda e quais são as estratégias usadas para cada uma delas:

  • Topo do Funil: É o aprendizado e a descoberta. Neste nível os leads (contatos), não são tão qualificados, mas são pessoas que começaram a se interessar pelo assunto. Este tipo de lead, normalmente é mais fácil de ser capturado em posts em blogs, infográficos, podcasts, newsletter, publicações em redes sociais, como Twitter, Instagram, Facebook e LinkedIn;
  • Meio do Funil: É o reconhecimento do problema e a consideração de solução. Você poderá trabalhar seu lead “não qualificado”, enviando conteúdo exclusivo sobre sua marca, produto ou serviço, assim, aumentando a interação com essa pessoa que já havia despertado o interesse em saber mais. Normalmente esses conteúdos são enviados por e-mail marketing e são ebook’s, vídeos ou posts em blogs;
  • Fundo do Funil: É a decisão de compra. Para aquele lead que está sempre atento aos seus conteúdos, mas ainda não comprou o seu produto, você precisará mostrar e comprovar a real necessidade em adquirir o seu produto, para isso, envie cases de sucesso e depoimento de cliente.

Agora que você conhece um pouco sobre a definição de funil de vendas, montamos uma lista de coisas que você tem que saber antes de testar a metodologia. Confira:

1 – A Persona Precisa Estar Definida

Antes de dar início à estratégia do funil de vendas, é essencial que você defina a persona do seu negócio. Em linhas gerais, persona é o consumidor ideal, o qual representa um perfil da sua clientela. Para chegar até ele, você precisa criar um modelo com características específicas e detalhadas.

Dessa forma, você saberá com quem está falando e ficará fácil definir a linguagem e as ferramentas que usará para chegar até quem, de fato, tem interesse pelo seu produto ou serviço.

2 – Não Foque Apenas no Resultado Final

É importante você entender que o funil de vendas é um processo que deve ser encarado como um todo. Por isso, atente-se a toda a jornada e não somente às conversões ao final.

O número de visitantes que se tornaram clientes é bastante importante, mas não deve ser o único dado relevante na sua análise. Preste atenção aos resultados de cada etapa e procure oportunidades para agilizar e otimizar a experiência do cliente na etapa em que ele estiver.

3 – Marketing e Vendas Devem Caminhar Juntos

Quando o seu funil de vendas já estiver montado, é importante estruturar, ainda, um acordo para que as equipes de Marketing e Vendas caminhem juntas.

É preciso conhecer de forma exata a maneira como cada área pode se ajudar e quais serão as ferramentas usadas por elas neste processo. O setor de marketing deve planejar a quantidade de leads qualitativos que precisam ser gerados e quantos deles precisam chegar até a última etapa do funil para a equipe de vendas alcançar a meta do mês.

A vendarketing, como muitos conhecem, é essencial para manter a estratégia saudável e eficiente.

As empresas são diferentes uma das outras, por isso não existe um manual único a ser seguido. Para o marketing funcionar em perfeita harmonia com as vendas, é necessário inúmeros testes como: campanhas de reconhecido, plano A,B e C e outros. São vários os processos para se chegar em algo que comece a dar resultado. Por isso, é importantíssimo contratar uma empresa profissional em marketing digital para ajudar você, empreendedor, a obter resultados em sua empresa.

Sobre o autor

Saiba como funciona um funil de vendas

Você conhece e está familiarizado com o termo funil de vendas? Esta é uma expressão do marketing usada para tratar da jornada de um cliente no ambiente virtual. Por isso, este é um modelo estratégico que deve contemplar todas as etapas de compra, desde o primeiro contato do consumidor, até a finalização do negócio.

Para ajudar a entender o funil de vendas, especialistas costumam dividi-lo em três partes: o topo, o meio e fundo do funil. Cada etapa representa um estágio do consumidor em sua jornada de compras e demanda estratégias e ferramentas diferentes para atraí-lo e fazer com que ele siga com a compra até o final.

Veja a seguir, um resumo das etapas de funil de venda e quais são as estratégias usadas para cada uma delas:

  • Topo do Funil: É o aprendizado e a descoberta. Neste nível os leads (contatos), não são tão qualificados, mas são pessoas que começaram a se interessar pelo assunto. Este tipo de lead, normalmente é mais fácil de ser capturado em posts em blogs, infográficos, podcasts, newsletter, publicações em redes sociais, como Twitter, Instagram, Facebook e LinkedIn;
  • Meio do Funil: É o reconhecimento do problema e a consideração de solução. Você poderá trabalhar seu lead “não qualificado”, enviando conteúdo exclusivo sobre sua marca, produto ou serviço, assim, aumentando a interação com essa pessoa que já havia despertado o interesse em saber mais. Normalmente esses conteúdos são enviados por e-mail marketing e são ebook’s, vídeos ou posts em blogs;
  • Fundo do Funil: É a decisão de compra. Para aquele lead que está sempre atento aos seus conteúdos, mas ainda não comprou o seu produto, você precisará mostrar e comprovar a real necessidade em adquirir o seu produto, para isso, envie cases de sucesso e depoimento de cliente.

Agora que você conhece um pouco sobre a definição de funil de vendas, montamos uma lista de coisas que você tem que saber antes de testar a metodologia. Confira:

1 – A Persona Precisa Estar Definida

Antes de dar início à estratégia do funil de vendas, é essencial que você defina a persona do seu negócio. Em linhas gerais, persona é o consumidor ideal, o qual representa um perfil da sua clientela. Para chegar até ele, você precisa criar um modelo com características específicas e detalhadas.

Dessa forma, você saberá com quem está falando e ficará fácil definir a linguagem e as ferramentas que usará para chegar até quem, de fato, tem interesse pelo seu produto ou serviço.

2 – Não Foque Apenas no Resultado Final

É importante você entender que o funil de vendas é um processo que deve ser encarado como um todo. Por isso, atente-se a toda a jornada e não somente às conversões ao final.

O número de visitantes que se tornaram clientes é bastante importante, mas não deve ser o único dado relevante na sua análise. Preste atenção aos resultados de cada etapa e procure oportunidades para agilizar e otimizar a experiência do cliente na etapa em que ele estiver.

3 – Marketing e Vendas Devem Caminhar Juntos

Quando o seu funil de vendas já estiver montado, é importante estruturar, ainda, um acordo para que as equipes de Marketing e Vendas caminhem juntas.

É preciso conhecer de forma exata a maneira como cada área pode se ajudar e quais serão as ferramentas usadas por elas neste processo. O setor de marketing deve planejar a quantidade de leads qualitativos que precisam ser gerados e quantos deles precisam chegar até a última etapa do funil para a equipe de vendas alcançar a meta do mês.

A vendarketing, como muitos conhecem, é essencial para manter a estratégia saudável e eficiente.

As empresas são diferentes uma das outras, por isso não existe um manual único a ser seguido. Para o marketing funcionar em perfeita harmonia com as vendas, é necessário inúmeros testes como: campanhas de reconhecido, plano A,B e C e outros. São vários os processos para se chegar em algo que comece a dar resultado. Por isso, é importantíssimo contratar uma empresa profissional em marketing digital para ajudar você, empreendedor, a obter resultados em sua empresa.

Sobre o autor

Leita também

5 passos para conquistar mais leads e vender mais

O crescimento do seu negócio está diretamente relacionado às estratégias de atração de público. Isso, sem dúvidas, não é uma tarefa…